Para ter direito a essa aposentadoria, é necessário que o trabalhador seja filiado à Previdência Social – INSS, contribua todos os meses e cumpra o período de carência exigido. 

Esta aposentadoria é concedida aos trabalhadores com:

  • 65 anos de idade para os homens; ou  

  • 60 anos de idade para as mulheres.  

O tempo de contribuição exigido para as pessoas que começaram a pagar o INSS depois de 25/07/91 e que pretendam se aposentar por idade, é de 15 anos de contribuição.  

Importante observar que a Previdência Social (o INSS) funciona como uma espécie de Seguro. Deste modo, para ter direito à aposentadoria, é preciso que o pretendente já tenha pago ao INSS pelo menos 180 contribuições mensais – o que equivale a 15 anos (esta é a chamada Carência) que é exigida para ter direito à aposentadoria por idade. 

Para quem se inscreveu no INSS antes de 24/07/91 a carência exigida é menor.  Por exemplo, a pessoa que completou a idade em 2007, e que começou a pagar o INSS antes de 24/07/91, basta que tenha contribuído com 156 meses (o que equivale a 13 anos). 

Já aquele que completou a idade em 2008, é preciso que tenha contribuído 162 meses, o que equivale a 13 anos e 6 meses de pagamento ao INSS, veja o exemplo abaixo:

Ano em que o homem completa 65 anos e a mulher 60 anos de idade

Tempo de contribuição exigido pelo INSS (carência)

1998

102 meses (8 anos e 6 meses)

1999

108 meses (9 anos)

2000

114 meses (9 anos e 6 meses)

2001

120 meses (10 anos)

2002

126 meses (10 anos e 6 meses)

2003

132 meses (11 anos)

2004

138 meses (11 anos e 6 meses)

2005

144 meses (12 anos)

2006

150 meses (12 anos e 6 meses)

2007

156 meses (13 anos)

2008

162 meses (13 anos e 6 meses)

2009

168 meses (14 anos)

2010

174 meses (14 anos e 6 meses)

2011

180 meses (15 anos)

 

 

 

 

 

 

 

Observações adicionais sobre a Aposentadoria por Idade

1.      Para as pessoas que trabalham no campo (trabalhadores rurais) e que pretendam se aposentar por idade, a idade exigida é menor: 60 anos, homens, e 55 anos, mulheres – exceto de empresários (as).

2.      O trabalhador não precisa sair do emprego para requerer a aposentadoria por idade. Pode se aposentar e continuar trabalhando.

3.      A aposentadoria por idade, pode ser requerida pela própria empresa (denomina-se Aposentadoria Compulsória – pois independe da vontade do trabalhador).  Porém, neste caso, é preciso que o empregado tenha completado 70 anos de idade se homen e 65 mulher.  Também é necessário que o trabalhador tenha pago ao INSS 180 contribuições, se começou a pagar o INSS depois de 25/07/91.   Se começou a contribuir para o INSS antes de 24/07/91 a exigência é menor, conforme já mencionado anteriormente. Assim, se a aposentadoria for pleiteada em 2007, é preciso que tenha contribuído apenas 156 meses (o que equivale a 13 anos).  Já em 2008, o mínimo de contribuições é de 162 meses. No caso de Aposentadoria Compulsória, o empregado tem direito à uma indenização prevista na CLT – Consolidação das Leis do Trabalho.

4.      Os benefícios da aposentadoria por idade são transmitidos aos filhos, cônjuge, companheira, pais e irmãos, isto é, cessam com a morte do aposentado.

5.      No cálculo da aposentadoria por idade, a aplicação do FP – Fator Previdenciário é facultativa.

Cálculo da Aposentadoria por Idade

Para fazer o cálculo do valor da aposentadoria por idade, o INSS utiliza a média de 80% dos maiores salários de contribuição.  Porém, nem sempre é utilizado todo o período que foi pago pelo contribuinte.  

A título de exemplo, as pessoas que pretendam se aposentar, e que começaram a pagar o INSS antes de 28/11/99, no cálculo do valor de suas aposentadoria o INSS utilizará somente os valores que foram pagos (as contribuições) a partir de julho/1994. 

Em outras palavras, para se aposentar com um bom salário, é necessário que tenha contribuído com valores altos ao INSS desde julho/1994, pois são utilizados as contribuições desde esta data para cálculo de salário de benefícios (para quem começou antes de 28/11/99).

Já os contribuintes que começaram a pagar o INSS após 28/11/99, para calcular o valor de suas aposentadoria por idade, o INSS utilizará a média dos maiores salários de contribuição, correspondente a 80% de todo o período contributivo (multiplicado pelo FP – Fator Previdenciário, que na aposentadoria por idade, é facultativo).

A utilização do FP – Fator Previdenciário, pode não ser interessante, isto porque o FP considera, dentre outros fatores a expectativa de vida daqueles que pretendam se aposentar.   Importante fazer o cálculo nas duas formas (com e sem a utilização do FP) a fim de avaliar de que modo o contribuinte perceberá o maior valor de aposentadoria.

Valor da aposentadoria por idade

O valor da aposentadoria por idade é de 70% do salário de benefício. Haverá o acréscimo de 1% sobre cada ano a mais, de pagamento ao INSS.

Como vimos, no Calculo da Aposentadoria por Idade será utilizada a média dos 80% maiores salários a partir de julho/1994, para aqueles que começaram a pagar o INSS antes de 28/11/99.

Deste modo, a título de exemplo, considerando uma média em torno de R$ 1.000,00 (um mil reais) de um contribuinte que se inscreveu no INSS antes de 28/11/99, o valor de sua aposentadoria, corresponderá a 70% + 1% deste, a cada ano que ultrapassar a carência de 15 anos (180 contribuições mensais).

Logo, a aposentadoria deste cidadão será de R$ 700,00 (setecentos reais) ou de R$ 707,00 (setecentos e sete reais) no caso de ter pago o INSS, por 16 anos. 

Observações sobre o valor da aposentadoria:

.        O valor da aposentadoria, não pode ultrapassar 100% do salário de contribuição -  observado o teto do salário de contribuição hoje em R$ 3.691,27 onde 70% representa R$ 2.583,88.

·         Se não houver contribuição depois de julho/94, o valor da aposentadoria será de um Salário Mínimo, para contribuintes que começaram a pagar o INSS antes de 28/11/99.

O valor da aposentadoria, não pode ser inferior a um salário mínimo.

 

 

.:: Fechar ::.